QUERIDA FRENEZI #002 – Confissões de uma adolescente em crise

Querida Frenezi,

Sou a “quietinha” do grupo.

Não bebo, não fumo, ainda não me envolvi com ninguém, mas juro que não sou chata nem nerd que julga tudo kkkk.

No entanto, tenho essa personalidade mais responsável e calma pois tive que amadurecer rápido e assumi responsabilidades muito cedo. E vem me incomodando o quanto eu não pareço me “encaixar” no perfil dos meus amigos! Sempre me descrevem como “a quieta”, “careta” e apesar de serem sim muito legais e acolhedores, sinto que sempre fico em plano de fundo só por causa das minhas escolhas… Enfim, juro que sou interessante e legal, só fico p*ta que me julguem assim sem nem me dar uma chance de verdade.

É isso, e aliás, amo a revista!


Cara leitora,

Seu problema é extremamente comum e antes de qualquer coisa quero deixar bem claro que você não está sozinha nessa! Acredito que em certa proporção, todo mundo já se sentiu assim, o isolado do grupo (aliás eu nunca conheci alguém realmente interessante que não tenha passado por isso).

Se você gosta de ser assim, mais na sua, mais quieta, simplesmente seja! Não tem por que fingir ser algo que você não é. Eu não vou te dizer que ninguém consegue segurar um personagem por muito tempo, por que existem pessoas que até conseguem, mas no fim do dia, se você entrar no padrão do seu grupo e moldar sua personalidade só para não se sentir excluída, você vai se sentir você mesma? Vai se sentir completamente realizada e orgulhosa de todas as suas ações? Te garanto que não!

As pessoas falam. Meu deus, como elas falam! Se você fosse de outro jeito você se sentiria mal também, porque com certeza encontrariam alguma outra coisa para comentar. O negócio é fazer seu role, seja ele qual for! Você é jovem e ainda vai ouvir muita opinião não solicitada de um monte de gente! Não leve isso para seu coração! Enquanto você não estiver machucando ninguém e estiver feliz, não tem com o que se preocupar.

Agora uma coisa que me chamou atenção no seu caso: Você diz que seus amigos são legais e acolhedores, mas que você se sente deixada de lado. Será que um pouco disso (ou muito) não está apenas na sua cabeça? Será que por você não se encaixar no padrão de comportamento deles você não acaba se sentindo assim porque você mesma se julga por ser assim? Fica ai o questionamento!

No fim, minha dica é: Assuma sua personalidade e seja você! Não ligue para os comentários e eu te garanto que quem for seu amigo de verdade vai entender e permanecer ao seu lado. Com o tempo você vai acabar filtrando suas amizades e atraindo pessoas que combinam com a sua vibe e vão adorar te ter por perto.

Sinceramente,

Se você tem algum caso e quer nossa ajuda, mande um email para queridafrenezi@gmail.com e nos conte todos os detalhes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s