Você conhece o detox digital?

“Can you reach me? No! You can’t!” apesar de ter dado início a um meme, a frase da nova música da musa Lorde, Solar Power, é extremamente relevante. As redes sociais fazem parte da vida do ser humano hoje em dia, e não só na dos jovens; São responsáveis pela divulgação de mídia, notícias, mercado, início de relacionamentos e, obviamente, entretenimento.

Embora seja um modo que muitas pessoas encontraram de explorar sua autenticidade e criatividade, é necessário admitir que a maioria dos seres humanos é viciado em algum tipo de rede social: a média é de 3h e 42 minutos por dia (pesquisa por We Are Social e Hoot Suite em Jan 2021).

Pessoas estão acostumadas a postarem só o melhor de si mesmas em suas plataformas online, formadas por muitas mentiras e retoques de sua realidade – não que seja um problema à primeira vista, mas acarreta consequências não tão agradáveis a longo prazo. Usuários muitas vezes apresentam fadiga, insatisfação pessoal, e até ansiedade relacionada com a utilização das redes. 

Uma maneira de melhorar o relacionamento com os aplicativos e mídias sociais é o método conhecido por funcionar com qualquer mau hábito: o detox! 

Tirar um tempo para fazer outras atividades não relacionadas com o telefone é fundamental para conseguir cumpri-lo. No começo não é tão fácil, mas com consistência e força de vontade tudo é possível.

O ideal para quem ainda está inseguro é começar aos poucos. Colocar o celular no modo avião quando for fazer alguma outra coisa, silenciar notificações e manter o telefone longe quando estiver ocupada são opções de um bom começo para a pessoa que não deseja cortar tudo abruptamente. Já para quem gosta muito de um desafio, iniciar o processo com a desativação de todas as redes sociais por sete dias corridos pode fazer maravilhas para o cérebro, mantendo apenas aplicativos fundamentais para contato (usando as mesmas opções do detox mais leve: modo avião e notificações silenciadas). 

Durante o percurso, é importante considerar outros hobbies para substituir o tempo passado na frente das telas. Gosta de treinar? Use esse tempo. Quer aprender um novo idioma? Use esse tempo. Está com vários livros na lista de leitura? Use esse tempo. Qualquer outro hobby que possa substituir um pouco esse vício é válido. Claro que há fatores como rotina apertada e outras condições pessoais de cada um, entretanto, muitas vezes ao fazer o detox, é possível perceber o quanto os celulares preenchem o dia das pessoas e que um gerenciamento das horas do dia para outras atividades é algo alcançável.

Outras dicas para não cair em tentação são: remover os aplicativos de fácil acesso, não deixar contas logadas, não levar o celular para lugares desnecessários, entre outros. Precisa de mais um pontapé para começar? Procure o seu tempo de tela no celular. Muitas vezes é o susto necessário. 

O começo dessa jornada pode parecer tortura, mas após certo tempo, é um perceptível autocuidado. Não há nada errado em gostar de usar redes sociais e querer passar parte da rotina fazendo isso, mas é importante não exagerar. É plausível conseguir esse meio termo, o que, com certa prática, tornará a vida no século XXI muito mais saudável.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s