Retrospectiva de Música 2021

 O ano que passou não foi fácil e o mundo das artes foi para muitas pessoas, a maior forma de lidar com tudo que acontecia. Desde músicas, até premiações, tapetes vermelhos, polêmicas e performances, o que não faltou foi entretenimento.

2022, é um novo começo para todos, mas vale lembrar alguns dos bons momentos que aconteceram na indústria musical em 2021.

Clipes Memoráveis

Uma coisa que com certeza não pode passar batido são os clipes, com superproduções, coreografias e conceitos cada um melhor que o outro, os artistas se superaram e entregaram tudo que a gente esperava e mais um pouco.

No ano novo, Harry Styles com a participação especial de Phoebe Waller-Bridge, mais conhecida pela sua série Fleabag, lançava seu quinto single do álbum Fine Line, Treat People With Kindness, com uma estética de “Old Hollywood” e muita dança. Já Dua Lipa em We’re Good e Olivia Rodrigo em Good 4 U, não decepcionaram nos looks. Todos esses clipes têm um fator em comum que os diferenciam dos outros: referências a clássicos do cinema. Tempestade de Ritmo (1943), Titanic (1997) e Garota Infernal (2009) respectivamente.

No Brasil, existem muitos artistas ótimos, mas alguns deles elevaram os padrões em 2021. Gloria Groove se superou novamente com os clipes de A Queda e Leilão. Luísa Sonza, cresce cada dia mais e VIP com 6LACK e ANACONDA com Mariah Angeliq são mais uma prova de seu potencial. Pabllo Vittar, como sempre, não desapontou. Ama Sofre Chora e Number One com Rennan da Penha foram marcantes e é impossível não menciona-los.

E talvez com um dos melhores do ano, Lil Nas X parou o mundo com Montero, com efeitos especiais impecáveis ele conseguiu chamar atenção de todos, o que causou até mesmo certas polêmicas, e contar toda uma história, mas não parou por aí, pois com Industry Baby com Jack Harlow e THAT’S WHAT I WANT fez a mesma coisa, mas com menos efeitos dessa vez.

Mas não dá para falar de clipes sem falar de duas cantoras que não pararam um minuto esse ano. Cardi B, que lançou e esteve presente em faixas como: Up; Rumors da Lizzo e Wild Sides da Normani, e Doja Cat que fez e participou de alguns dos maiores hits do ano como: O remix de 34+35 de Ariana Grande com Megan Thee Stallion; Best Friend de Saweetie; Streets; Kiss Me More com SZA; Need To Know; You Right com The Weeknd; Woman  e Handstand de  French Montana e Saweetie.

Artistas Revelação

2021 foi um ano muito forte para a indústria musical, trouxe popularidade para artistas muito bons, não somente aos que já eram grandes. A rede social TikTok foi um forte contribuinte para isso, como explicado mais a fundo na nossa matéria “O impacto do TikTok na indústria musical”, o algoritmo da plataforma funciona de maneira diferente das outras e facilita que um vídeo qualquer viralize, assim vários pequenos e novos artistas tem a chance de ter grande sucesso. Esse foi o caso desses nomes que surgiram ou ganharam força no ano passado.

Chloe Bailey [Imagem: Reprodução/Twitter]

Chlöe, que cantava antes junto com sua irmã Halle, não é tão nova na indústria, mas agora começou sua carreira solo. Com apenas uma prévia de seu primeiro single, a cantora viralizou no Tiktok e uma nova trend de dança foi criada. O acúmulo de ansiedade e curiosidade do público devido ao som de 24 segundos fez com que a música Have Mercy se tornasse um sucesso instantâneo.

Com muita dança e vocais fortes que a acompanham, ela lançou um clipe para acompanhar que já conta com mais de 40 milhões de visualizações, além disso, também se apresentou em algumas das premiações mais importantes do ano.

Måneskin [Imagem: Reprodução/Instagram]

Måneskin é a banda do momento, mas poucos sabem da onde ela surgiu. Em 2017, a banda participou do programa X Factor Itália, chegaram em segundo lugar e logo após lançaram seu primeiro EP Chosen que conta com as músicas cantadas no programa, que inclui o famoso cover: Beggin’. Ele só se popularizou mais alguns anos depois, devido ao fato de terem ganhado o Eurovision Song Contest 2021, uma das competições mais importantes da Europa no mundo da música. Até então, já ganharam diversos prêmios e aclamações, e hoje seguem com sua onda de sucesso e estão com shows marcados ao redor do globo, inclusive no Rock in Rio em setembro deste ano.

Olivia Rodrigo [Imagem: Reprodução/Vogue]

Com a queridinha de 2021, Olivia Rodrigo, não foi muito diferente. A cantora, que também é atriz, faz a série da Disney High School Musical: A Série: O Musical onde conheceu seu agora ex-namorado Joshua Basset. Apesar de triste, o término rendeu músicas muito boas para os dois, mas as de Olivia superou expectativas. Após postar vídeos onde cantava trechos do single Driver’s Licence, e todos já estavam mais do que preparados para ouvi-la, pois logo que saiu, ele já quebrou recordes, como continua a fazer até hoje. Ganhou muitos prêmios ao longo do ano e neste deve seguir no mesmo caminho já que foi indicada em 6 categorias para o Grammy.

Além deles, artistas como The Kid LAROI, Clarissa, Marina Sena, Willow, Ashiniko e muitos outros, se destacaram fortemente no ano passado e prometem grandes coisas.

Premiações

Foi em 2021, com os avanços da vacina contra COVID-19 que as premiações voltaram a ser presenciais. Ainda no primeiro trimestre do ano, aconteceu o Grammy, a premiação que pode ser considerada a mais renomada da música, e foi tão empolgante quanto o esperado.As performances foram surpreendentes e uma melhor que a outra, Harry Styles com seu boá de penas, o medley de Dont Start Now e Levitating de Dua Limpar, o cenário direto de um conto de fadas de Taylor Swift e a referência ao Brasil de Cardi B com Megan Thee Stallion. Mas um dos maiores momentos foi quando Beyoncé teve sua quarta vitória da noite, acumulou um total de 28 prêmios e se tornou a artista mais premiada da história do Grammy.

Beyonce no Grammy 2021 [Imagem: Reprodução/Getty Images]

No MTV Video Music Awards (VMAs) 2021, as performances de Chlöe, Lil Nas X e Doja Cat deram o que falar. Todos serviram conceito, coreografia e vocais, mas a da Normani roubou a cena. A apresentação de Wild Side, que contou com a presença de Teyana Taylor, fez homenagem a Janet Jackson e suas icônicas performances de Would You Mind.

Já mais no final do ano ocorreu o American Music Awards (AMAs) e novamente as performances ficaram em evidência. Coldplay e BTS juntos, Tyler The Creator, Silk Sonic, Olivia Rodrigo, Chlöe mais uma vez e Måneskin mantiveram o nível das apresentações de premiações anteriores. Mas similar a Beyoncé no Grammy, Taylor Swift, apesar de não comparecer, venceu em duas categorias e se tornou a artista mais premiada da história, com 34 vitórias ao todo.

Eles dominaram

O mundo da música é muito grande, o que significa que tem espaço para muita gente fazer sucesso. Esses artistas, mesmo com estilos e públicos diferentes foram alguns dos mais falados de 2021 e por boas razões. O esforço e qualidade são fatores que levam a sério e por isso continuam no topo.

Taylor Swift, que está no processo de regravar sua discografia, em novembro lançou o Red (Taylor’s Version), o álbum conta com 30 músicas regravadas e inéditas. Taylor sabe como fazer seu trabalho e usar a narrativa a seu favor. Provavelmente o mais impactante foi a música All Too Well (10 Minute Version) (Taylor’s Version) (From The Vault) e o curta que a acompanha. Dirigido pela própria cantora e estrelado por Sadie Sink e Dylan O’Brien, ela inovou e mostrou que não é só mais uma artista.

A banda de K-pop formada em 2013, BTS, está cada vez maior e continua a provar que são os melhores no que fazem. Mesmo sem um álbum novo foram o grupo e artista asiático mais ouvido do Spotify e com os singles Butter, Permission To Dance e My Universe em parceria com Coldplay, eles quebraram ainda mais recordes. Além disso, no final do ano, se apresentaram em premiações e fizeram shows nos Estados Unidos, o que fez com que ninguém esquecesse da qualidade de suas performances. 

BTS no AMAs [Imagem: Reprodução/Twitter]

Um pouco diferente dos anteriores, em comparação Doja Cat é relativamente nova na indústria, entretanto, 2021 provou que ela veio para ficar e seus clipes, apresentações, looks e visuais só melhoram a cada lançamento. Apesar do TikTok tê-la ajudado a crescer muito ano passado assim como os artistas revelação, esse fator começou para Doja em 2019 com Juicy e 2020 com Say So e mais outras. A cantora foi apresentadora do VMAs 2021 e além de ser muito engraçada, ela ainda entende de moda e serviu looks maravilhosos e únicos, mas não o bastante, ela também foi indicada em 6 categorias ao Grammy 2022 e soma agora 9 indicações ao total.

Adele, uma das artistas mais renomadas da geração, fez seu comeback com o single Easy On Me, após 5 anos sem lançar nada. A cantora tem um som original e até hoje nenhum outro artista chegou perto, o álbum 30, como esperado, foi um dos melhores do ano, não só pelos recordes de vendas e streams, mas pelo talento dela e da qualidade do projeto. Ela descreve o álbum como uma tentativa de explicar seu divórcio para seu filho e isso é possível perceber pela natureza honesta e profunda de suas composições.

Mesmo depois de anos sem contato com o público, Adele conseguiu deixar sua marca neste ano e confirmou novamente seu lugar entre os melhores.

Adele no estúdio [Imagem: Reprodução/Twitter]

A rapper Megan Thee Stallion teve um ano e tanto. Sem contar com os diversos prêmios que ganhou ao longo de 2021, um dos mais importantes foi o Grammy, onde foi indicada pela primeira vez em cinco categorias e levou 3 para casa. Fez muitas músicas de sucesso, que foram parar no topo das paradas, mas Thot Shit e o remix de Butter com o BTS se sobressaem. Além de manter uma carreira de sucesso, Megan ainda se formou em administração de saúde pela faculdade Texas Southern University e fechou seu ano com chave de ouro.

A maior artista do Brasil no momento, Anitta não só fez sucesso aqui, mas cada vez mais conquista o público internacional. Com muitas músicas em espanhol e inglês e parcerias com grandes nomes como Saweetie em Faking Love, a cantora, em 2021, apresentou seu hit Girl From Rio no VMAs; compareceu ao Met Gala, um dos maiores eventos de moda; estrelou uma campanha global do Burger King; além de performar no Grammy Latino 2021; Jingle Ball LA e na final da Libertadores. Anitta não para, ela regularmente lança novas músicas e projetos e ainda tem muitos planos para shows internacionais e nacionais. E se ela está onde está, é por causa de seu trabalho duro, esforço e talento.

2022

Apesar de altos e baixos, 2021 foi um bom ano para a indústria e trouxe ótimas músicas. Foram lançamentos atrás de lançamentos, comebacks de bandas inesperadas como Abba, Jonas Brothers e The Wanted, por exemplo, e muito entretenimento dos nossos artistas favoritos.

O mundo da música cresce constantemente e além de acompanhar o decorrer da carreira de artistas que apareceram no ano que passa e mais antigos, há muitos cantores para ficar de olho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s