A Beleza do Natal

por Fernanda Rosendo e Thaís Lopes Aidar

Quando o assunto é Natal, você provavelmente já ouviu a expressão “se arrumar para ficar na sala de casa”. Isso porque no Brasil é costume celebrar a data de uma maneira mais caseira e com a família. Mas o que há, de fato, por trás desse hábito de se produzir para passar a noite no sofá? Bom, pretendíamos responder com essa matéria e acabamos percebendo que existem outros fatores envolvidos. 

Primeiro, é importante pensar no significado que atribuímos à maquiagem em nossa vida. Geralmente, o ato de se arrumar é motivado por fatores como autoestima e amor-próprio — sentimentos potencializados pelo tal espírito natalino. Afinal, não podemos negar que o Natal é uma das datas mais mágicas e especiais do ano, né? 

E pelo visto essa teoria de beleza natalina não é só da Frenezi, viu? Basta dar uma rápida checada no Instagram durante a data para conferir as superproduções das celebridades. Ao que tudo indica, elas realmente não se importam em gastar make para ficar em casa. Inclusive, a maioria gosta de investir em looks icônicos e maquiagens marcantes, exibindo um visual poderoso e feito especialmente para o Natal. Olha só: 

Mas engana-se quem pensa que esse hábito é exclusivo das celebs: a beleza de Natal está presente, inclusive, nas casas de pessoas normais como nós. A estagiária de análise de dados Natália Zambaldi, de 25 anos, conta que ela nutre esse hábito desde sempre como uma tradição familiar. Por lá, todos fazem questão de estar bonitos para a comemoração. “É uma celebração, então eu gosto de me arrumar e ter a sensação de estar bonita para uma festa em família, para comemorar a união e também o ano que está acabando”, explica. 

Mas será que essa produção impacta mesmo na comemoração? Natália garante que sim e a estudante de moda Hillary Santana, de 24 anos, concorda com ela. “Se eu não me arrumo, parece que tem alguma coisa errada, que não é o mesmo clima e fico até desanimada. Isso acontece também no meu dia a dia, porque minha autoestima está muito ligada ao que eu estou usando”, conta Hillary. 

Ao que tudo indica, o hábito de se arrumar para ficar em casa no Natal faz mais sentido do que pensávamos, viu? É como se parte da magia da data estivesse diretamente ligada ao nosso estado de espírito. Falando nisso, Natália reflete: “Me sinto muito mais alegre em me arrumar, sabe? Me sentir bonita e cheirosa faz toda a diferença para autoestima e, consequentemente, para animação em celebrar a noite”. 

Assim como na família Zambaldi, Hillary diz que a família toda tem o costume de usar roupas novas na data e ela aproveita a ocasião para pôr em prática seu amor por moda e beleza, fazendo uma produção digna de receber um prêmio. Demais, né? 

Portanto, esses relatos nos mostram que o termo “A Beleza do Natal” faz bem mais sentido do que imaginávamos. Isso acontece principalmente pela simbologia que damos à data e as sensações especiais que ela provoca em nós. Por isso, fica mais do que provado que vale, sim, arrasar nos looks e maquiagens de Natal sem nenhuma moderação! O que realmente importa é se sentir bonita e especial para celebrar a comemoração ao lado de quem você ama. Feliz Natal! 

Confira a lista de indicados para o Globo de Ouro 2022

Nesta segunda-feira (13) foi divulgada a lista de indicados para o Globo de Ouro 2022. A cerimônia acontecerá no dia 09 de janeiro.

Confira a lista completa:

MELHOR FILME – DRAMA

• Belfast
• No Ritmo do Coração
• Duna
• King Richard: Criando Campeãs
• Ataque dos Cães

MELHOR DIREÇÃO – FILME

• Kenneth Branagh, Belfast
• Jane Campion, Ataque dos Cães
• Maggie Gyllenhaal, A Filha Perdida
• Steven Spielberg, Amor, Sublime Amor
• Denis Villeneuve, Duna

MELHOR ATOR EM FILME – DRAMA

• Mahershala Ali, Swan Song
• Javier Bardem, Being the Ricardos
• Benedict Cumberbatch, Ataque dos Cães
• Will Smith, King Richard: Criando Campeãs
• Denzel Washington, A tragédia de Macbeth

MELHOR ATRIZ EM FILME – DRAMA

• Jessica Chastain, The Eyes of Tammy Faye
• Olivia Colman, A Filha Perdida
• Nicole Kidman, Being the Ricardos
• Lady Gaga, Casa Gucci
• Kristen Stewart, Spencer

MELHOR FILME – COMÉDIA/MUSICAL

• Cyrano
• Não Olhe Para Cima
• Licorice Pizza
• Tick, Tick… Boom!
• Amor, Sublime Amor

MELHOR ATOR EM FILME – COMÉDIA/MUSICAL

• Leonardo DiCaprio, Não Olhe Para Cima
• Peter Dinklage, Cyrano
• Andrew Garfield, Tick, Tick… Boom!
• Cooper Hoffman, Licorice Pizza
• Anthony Ramos, Em Um Bairro em Nova York

MELHOR ATRIZ EM FILME – COMÉDIA/MUSICAL

• Marion Cotillard, Annette
• Alana Haim, Licorice Pizza
• Jennifer Lawrence, Não Olhe Para Cima
• Emma Stone, Cruella
• Rachel Zegler, Amor, Sublime Amor

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM FILME

• Ben Affleck, The Tender Bar
• Jamie Dornan, Belfast
• Ciarán Hinds, Belfast
• Troy Kotsur, No Ritmo do Coração
• Kodi Smit-McPhee, Ataque dos Cães

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM FILME

• Caitriona Balfe, Belfast
• Ariana DeBose, Amor, Sublime Amor
• Kirsten Dunst, Ataque dos Cães
• Aunjanue Ellis, King Richard: Criando Campeãs
• Ruth Negga, Identidade

MELHOR TRILHA SONORA EM FILME

• Alexandre Desplat, A Crônica Francesa
• Germaine Franco, Encanto
• Jonny Greenwood, Ataque dos Cães
• Alberto Iglesias, Madres Paralelas
• Hans Zimmer, Duna

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL EM FILME

Be Alive – Beyoncé (King Richard: Criando Campeãs)
Dos Oruguitas – Sebastian Yatra (Encanto)
Down to Joy – Van Morrison (Belfast)
Here I Am (Singin’ My Way Home) – Jennifer Hudson (Respect)
No Time to Die – Billie Eilish (007 – Sem Tempo Para Morrer)

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

• Compartment Number 6
• Drive My Car
• A Mão de Deus
• A Hero
• Madres Paralelas

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Encanto
• Flee
• Luca
• My Sunny Maad
• Raya e o Último Dragão

MELHOR ROTEIRO EM FILME

• Paul Thomas Anderson, Licorice Pizza
• Kenneth Branagh, Belfast
• Jane Campion, Ataque dos Cães
• Adam McKay, Não Olhe para Cima
• Aaron Sorkin, Being the Ricardos

MELHOR SÉRIE DE TV – DRAMA

• Lupin
• The Morning Show
• Pose
• Round 6
• Succession

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE TV – DRAMA

• Brian Cox, Succession
• Lee Jung-jae, Round 6
• Billy Porter, Pose
• Jeremy Strong, Succession
• Omar Sy, Lupin

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE TV – DRAMA

• Uzo Aduba, In Treatment
• Jennifer Aniston, The Morning Show
• Christine Baranski, The Good Fight
• Elizabeth Moss, The Handmaid’s Tale
• Mj Rodriguez, Pose

MELHOR SÉRIE DE TV – COMÉDIA/MUSICAL

• The Great
• Hacks
Only Murders in the Building
• Reservation Dogs
• Ted Lasso

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE TV – COMÉDIA/MUSICAL

• Anthony Anderson, Black-ish
• Nicholas Hoult, The Great
• Steve Martin, Only Murders in the Building
• Martin Short, Only Murders in the Building
• Jason Sudeikis, Ted Lasso

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE TV – COMÉDIA/MUSICAL

• Hannah Einbinder, Hacks
• Elle Fanning, The Great
• Issa Rae, Insecure
• Tracee Ellis-Ross, Black-ish
• Jean, Hacks

MELHOR SÉRIE LIMITADA, SÉRIE ANTOLÓGICA OU TELEFILME

• Dopesick
• Impeachment: American Crime Story
• Maid
• Mare of Easttown
• The Underground Railroad

MELHOR ATOR EM SÉRIE LIMITADA, SÉRIE ANTOLÓGICA OU TELEFILME

• Paul Bettany, WandaVision
• Oscar Isaac, Scenes from a Marriage
• Michael Keaton, Dopesick
• Ewan McGregor, Halston
• Tahar Rahim, The Serpent

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE LIMITADA, SÉRIE ANTOLÓGICA OU TELEFILME

• Jessica Chastain, Scenes from a Marriage
• Cynthia Ervio, Genius: Aretha
• Elizabeth Olsen, WandaVision
• Margaret Qualley, Maid
• Kate Winslet, Mare of Easttown

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM TV

• Billy Crudup, The Morning Show
• Kieran Culkin, Succession
• Mark Duplass, The Morning Show
• Brett Goldstein, Ted Lasso
• Oh Yeong-su, Round 6

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM TV

• Jennifer Coolidge, The White Lotus
• Kaitlyn Dever, Dopesick
• Andie McDowell, Maid
• Sarah Snook, Succession
• Hannah Waddingham, Ted Lasso

A Frenezi

Carta das editoras-chefes

Há alguns dias temos pensado em como começar esse texto. Perceber que a Frenezi não é mais só um projeto e que agora faz parte da vida de pessoas que não são nós duas nos assusta e também nos alegra. 3 meses de revista… Onde podemos chegar? O que podemos fazer? O lançamento do site é só mais um início pra nossa trajetória. Não vamos usar falsa modéstia – desde o início tivemos certeza de que esse vai ser muito mais do que um projeto de quarentena pra matar o tédio. Cada dia mais temos certeza de que o destino da Frenezi é plural e será criado por muitas mentes brilhantes.

Esperamos colocar no mundo algo completamente novo. E sim, existem muitas revistas independentes por aí, mas esta é diferente, esta é especial. Para um projeto que nasceu como uma conversa de amigas — sem planos concretos, estratégias ou investimento — lentamente foi se tornando algo real, maior, que existe além de nós e para todos. A Frenezi nasce do amor pelas artes, cultura e entretenimento, da vontade de fazer melhor e incluir a todos. Algo que, de muitas formas, se torna mais do que apenas uma revista.

Hoje dividimos mais uma parte dela com você, um pedaço de um todo esplêndido que vem para molhar os pés de todos aqueles que quiserem conhecer.

Bem-vindos à Frenezi.

Atenciosamente,
Ana Clara Barros e Marina Bittencourt