Do sim ao altar: o cronograma de beleza para noivas

Para algumas noivas, um dos dias mais mágicos da vida delas é o dia do “sim”, porém, quando dizem sim ao pedido de casamento, também estão aceitando os desafios que cercam a preparação para que esse grande dia seja perfeito. Foi-se o tempo em que as preocupações dos noivos se restringiam à decoração, buffet e escolha dos trajes adequados. Agora, principalmente no que diz respeito às noivas de plantão, mais um item entrou no checklist de tarefas a serem realizadas até o dia da cerimônia: o cronograma de procedimentos de beleza. 

Com o avanço da tecnologia nesta indústria, os novos tratamentos com diferentes objetivos e downtimes (tempo de “descanso” necessário para que a região tratada se recupere e atinja o resultado final) têm se popularizado rapidamente devido à versatilidade que oferecem: há tratamentos mais profundos que podem precisar de semanas de recuperação para que se chegue ao resultado final, enquanto existem outros mais superficiais que não possuem downtime e a paciente já pode voltar às atividades cotidianas logo após a realização dos procedimentos. 

Imagem: Reprodução/Organize Casamento

No entanto, quando se tem um planejamento por trás, é possível obter o melhor dos dois mundos: combinar tratamentos – tanto pelos efeitos a longo prazo, fruto dos protocolos que tratam a qualidade da pele de maneira mais profunda, quanto por aqueles que podem ser realizados aos “45 do segundo tempo” e trazem resultados sutis, mas notáveis – e obter resultados progressivos, ou seja, que melhoram com o tempo. Esse é o caso das noivas que cada vez mais têm buscado montar um verdadeiro cronograma de beleza a ser seguido desde o dia do “sim” até chegar ao altar. 

Emanuela, que casou-se recentemente, desde o início dos planejamentos, incluiu em seu “projeto noiva” cuidados específicos com a aparência, “Quando disse ‘sim’ ao meu noivo, também disse sim ao dia dos meus sonhos e por isso fiz questão de chegar nele na minha melhor versão!”. Segundo ela, a preparação começou com um ano de antecedência, logo que noivou, e a escolha dos procedimentos foi um conjunto de desejos dela e recomendações de profissionais.

“Aproveitei a ocasião do casamento para tirar do papel algumas vontades que já tinha, como preencher as olheiras que já me incomodavam há um tempo, com ácido hialurônico (uns três meses antes) e aplicar a toxina botulínica de forma preventiva e para levantar o olhar (mais ou menos dois meses antes da cerimônia). Porém, quando procurei minha dermatologista para realizar esses procedimentos, ela me recomendou alguns outros tratamentos para melhorar o aspecto da pele, como limpezas mais frequentes (realizei uma por mês) e lasers para tratar manchas e textura. Montamos um verdadeiro cronograma que incluiu desde tratamentos no consultório até cuidados em casa.” Emanuela ressaltou ainda que a preparação e o cuidado prévio para com a imagem foram fundamentais para que ela se sentisse mais confiante no dia da cerimônia, “Me senti preparada, mais bonita de verdade, porque tudo o que me incomodava antes já não estava mais lá, eu já tinha tratado!”

Nesse sentido, a Dra. Liliany Lóss Folate, médica dermatologista, diretora da clínica Dermacorpo,  afirma que se preparar com antecedência, porém com calma e responsabilidade, é de extrema importância: “O grande dia da noiva é uma ocasião de muitas emoções e ansiedade! Eu recomendo não acrescentar mais emoção, na ânsia pelo resultado dos procedimentos estéticos. Sempre oriento a realizar os procedimentos de forma programada e antecipada.” Além disso, a dermatologista acrescenta que seis meses de antecedência é o período que considera ideal para dar início aos cuidados de forma mais intensa e que os protocolos a serem adotados são escolhidos após a realização de uma avaliação individual, que é uma etapa fundamental para identificar as necessidades de cada noiva e direcionar o tratamento.

No entanto, existe uma característica que a Dra. Liliany considera indispensável em qualquer cronograma: a busca por uma pele visivelmente bem zelada, “Estar com a pele bem cuidada, com viço e brilho, faz toda diferença na maquiagem! O Botox também é indispensável!” e para exemplificar uma forma de chegar a esse resultado, ela nos direcionou na montagem de um cronograma de beleza para incentivar as noivas de plantão. Vamos conferir?  

Cronograma de beleza do “sim” ao altar:

  • 6 meses antes: Os bioestimuladores de colágeno – substâncias aplicadas na face para estimular a produção de novas fibras de colágeno, auxiliando na melhora do aspecto do rosto, minimizando os sinais do tempo, atenuando a flacidez e proporcionando uma pele mais uniforme + Ultraformer 3 – um aparelho de última geração que combina a utilização dos ultrassons micro e macrofocado para tratar a flacidez da pele. Essa tecnologia atua através de estímulos para intensificar a produção natural de colágeno no organismo e promover a quebra das células de gordura. 
Imagem: Reprodução/Mealth Clinic
  • 3 meses antes: Preenchedores + Laser.
  • 1 mês antes: Botox e, se necessário, alguma nova etapa com preenchedores.
Imagem: Shutterstock
  • 15 dias antes: Finalizar com Laser para melhorar textura de pele!

Depois de descobrir a importância de um planejamento prévio e com um cronograma em mãos para se inspirar, parece que o caminho para chegar ainda mais bela ao altar ficou mais descomplicado, não é? Porém, não se esqueça: cada planejamento é único e a opção por realizá-lo também. O cronograma de beleza não deve ser visto como uma regra e nem como uma obrigação, mas, sim, como um escape relaxante e um momento de autocuidado para as noivas em meio a um período que é cercado por um turbilhão de emoções. 

Como driblar a acne no Verão?

Ah, o calor… A estação favorita de muitos. Pele bronzeada, muito sol e aquela marquinha. Porém, com a exposição do rosto ao calor, vem o suor e também a tendência a agravar os cravos e espinhas. A acne é um problema recorrente de 80% dos jovens entre 15 e 25 anos, mas também atinge 30% dos adultos. Ela pode se relacionar a fatores hormonais, genéticos, de idade, clima e muitas outras situações.

A gravidade da acne na pele pode ser classificada em 4 graus, sendo o primeiro resumido a somente cravos; o segundo aos cravos e espinhas pequenas (pústulas); o terceiro às lesões maiores e espinhas mais profundas e inflamadas; e o quarto às grandes lesões císticas e múltiplos abscessos, sendo o caso mais grave.

As causas mais comuns

Segundo a dermatologista Isabela Buzoli, a acne pode surgir pelo aumento de produção de queratina no folículo, desregulação do microambiente hormonal e alguns outros motivos. Causada pela inflamação das glândulas sebáceas, ela também pode surgir pela grande oleosidade da pele. No calor, consequentemente, nosso corpo tende a produzir mais suor e, assim, mais oleosidade.

[Imagem: Shutterstock]

Outra causa comum é a alimentação: a falta de vitaminas presentes em alguns alimentos também pode causar irregularidades na oleosidade da pele. Também podemos incluir nessa lista os fatores hormonais: em períodos como nos dias antes da menstruação, ao fazer uso de anticoncepcionais e até mesmo outros métodos contraceptivos, o surgimento de espinhas na pele pode vir a ocorrer. Utilizar um protetor solar e outros cosméticos e produtos de skincare e maquiagem não indicados para seu tipo de pele também podem causar e agravar os problemas com acne.

[Imagem: Shami Oshun]

Em tempos de pandemia, as máscaras vem sendo grandes causadoras de acne. A dermatologista Isabela nos informa que “a acne causada por máscaras, chamada Maskne, é causada pelo atrito constante do material no rosto. O atrito associado ao abafamento da região causa irritação da pele, sendo uma acne mecânica e não hormonal”.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para driblar a acne nessa temporada e ainda assim aproveitar nosso verão com a pele protegida!

Tratamentos

Muitas pessoas optam por tratar suas espinhas e cravos com métodos caseiros: compressas frias e quentes, pasta de dente e máscaras caseiras. Porém, essa solução pode muitas vezes virar um problema. Os componentes da pasta e até mesmo de máscaras feitas em casa podem conter ácidos — que, quando não usados da maneira correta, podem irritar a pele causando alergias e machucados. Então, se puder evitar: evite.

A boa alimentação também é um diferencial quando falamos de pele limpa e saudável. Para contribuir, coma:

  • Frutas ricas em vitamina C, como manga e mamão;
  • Batata doce, rica em vitamina A;
  • Sementes que contêm Ômega 3, como linhaça e chia;
  • Couve, que é muito rico em vitaminas A, B6, C, K, magnésio, cálcio e potássio, além de ação antioxidante e detox;
  • Quantidades equilibradas de proteína.
[Imagem: ISAAA]

Beber bastante água é uma dica batida, mas é sempre bom lembrar que hidratação nunca é demais. Para saber a quantia ideal de água que você deve beber, é só calcular o seu peso por 35 — o resultado indicará quantos mL você deverá consumir por dia.

Realizar a limpeza da pele é uma das maneiras de prevenir a acne. Este processo pode ser feito de forma caseira — com indicação e produtos aprovados por um dermatologista —, porém, é sempre recomendado que seja feito por um profissional. Quando feita de forma regular, diminui o excesso de oleosidade, remove as células mortas e equilibram o PH da pele. Mas não confunda! Lavar o rosto várias vezes ao dia não é o mesmo que realizar uma limpeza e esta prática pode causar um efeito reverso, deixando a pele mais oleosa ainda.

Assim, se quer fazer uma limpeza de pele caseira, você pode limpar o rosto com um higienizador adequado para seu tipo de pele e após a etapa esfoliar o rosto levemente com um produto adequado. De qualquer forma, é muito importante fazer limpezas regularmente e utilizar produtos recomendados por um profissional.

[Imagem: People & Cosmetics]

Também é bom ficar atento à frequência que as limpezas de pele são realizadas; para peles oleosas, o recomendado é que sejam feitas uma vez por mês. Já para peles secas e mistas, uma vez a cada dois meses é o suficiente.

Em casos mais graves, a acne pode ser tratada por meio de medicamentos prescritos por um médico. É o caso da Bárbara Ventieri, 22 anos e estagiária de direito, que lida com a acne desde os 12 anos e já fez tratamento com antibióticos. “Hoje uso um produtinho que se chama ‘Vitanol A’ e também passo um produto da Actine.” relatou ela.

A acne pode atingir pessoas que não são propícias a tê-la: é o caso de Bel Nóbrega, que aos 55 anos, começou a enfrentar a acne. Segundo o relato, ela nunca teve questões com a pele, porém “com o uso de máscaras para covid, comecei a ter acne na região do queixo”. Como tratamento, Bel faz compressas caseiras com chá de camomila ou utiliza de secativo para driblar a oleosidade da pele no verão. Segundo a Dra. Isabela, uma das causas da acne na idade adulta é que “os hormônios andrógenos circulantes atuariam de forma exagerada nas glândulas sebáceas”.

A rotina de skincare também pode ser adaptada para os dias quentes e produtinhos como o protetor solar, por exemplo, pode ter textura seca, não deixando o rosto tão oleoso — e ao mesmo tempo protegido. No mercado de cosméticos há vários tipos com preços acessíveis.

Ah, e não se esqueça! Ainda são tempos de pandemia e se proteger nunca é demais. Ao utilizar máscaras de tecido, certifique-se de que elas estão limpas e lavadas. Se possível, optar por máscaras como a PFF2 e trocá-las a cada duas ou três horas ou quando estiverem úmidas.